Parque do Cocó: Quarto Maior Parque da América Latina

Ocupando uma área de 1.571 hectares entre os limites das cidades de Maracanaú e Fortaleza, indo do Anel Viário até a foz do Rio Cocó na praia de Sabiaguaba e passando por 15 bairros de Fortaleza, o Parque do Cocó ocupa a posição de quarto maior parque urbano do Brasil e da América Latina, ficando atrás apenas do Parque Estadual da Pedra Branca , no Rio de Janeiro com 12.500 hectares; do Parque Estadual da Cantareira, em São Paulo com 7.916 hectares e do Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro com 3.958 hectares.

Parque do Cocó com Dunas ao Fundo
Parque do Cocó com Dunas ao Fundo

O Parque  do Cocó 

O Parque do Cocó possui um grande variedade de ecossistemas, dos quais podemos destacar:

  • Dunas

  • Manguezais

  • Caatinga

  • Planícies Litorâneas

  • Planícies Flúvio-marinhas

O Manguezal do Parque do Cocó

Local de inter-relações entre diversas espécies, o manguezal é um dos ecossistemas mais poderosos da natureza, onde atua desde a produção de alimentos à regulação do clima, proporcionando ainda o ambiente ideal para a reprodução e desenvolvimento de diversos organismos que ali vivem.

O Parque do Cocó é citado como uma parte importante para a solução de vários problemas sociais, de saúde e do meio ambiente de Fortaleza. O poder deste manguezal para Fortaleza é imenso.

Estudos comprovaram que o ecossistema costeiro é capaz de armazenar até quatro vezes mais gás carbono do que qualquer outra floresta no mundo, fato que tem impacto direto na amenização do clima da região onde está localizado.

Em contrapartida, o manguezal é também um dos ecossistemas mais ameaçados em todo o mundo, com taxas de destruição até cinco vezes maiores que a de outros ecossistemas importantes, como as florestas e os corais.

Fauna e Flora do Parque do Cocó

As plantas das espécies mangue-branco, mangue-preto e mangue-vermelho, são as mais abundantes na área de manguezal.

Já os caranguejos, símbolos do Parque do Cocó, se manifestam em diversas espécies, como o aratu-vermelho, o guaiamum, o uçá e o chama-maré. Em meio aos rios, temos os seguintes peixes predominantes: bagre, pema, saúna, cará, bodó, dentre outros.

Entre os mamíferos temos: preás, guaxinins, raposas, saguis, etc.

 Sagui
Sagui

E entre os répteis e anfíbios, existem salamandras, cobra coral verdadeira, jararaca, jiboia, além de iguanas e outros répteis.

Quanto as aves temos, o sibite do mangue, a saracura, o socó, o canário da terra, anu, bem-te-vi, garça branca pequena, martim-pescador e muitas outras espécies de aves.

Possuindo diversas espécies de animais e vegetais endêmicos e ameaçados, o Parque Estadual do Cocó, é considerado a herança ecológica e cultural mais importante da cidade de Fortaleza.

Além de servir ambientalmente para reduzir a temperatura do ar, por isso é chamado de “pulmão” da cidade, ele também protege a cidade das enchentes em tempos de fortes chuvas e é economicamente muito importante para Fortaleza, pois gera grande renda anual com o turismo ecológico.

Parque do Cocó como área de lazer

Visando garantir a preservação e estimular a visitação do público cearense e dos turistas, o governo do estado garantiu um investimento de R$ 50 milhões em equipamentos e infraestruturas diversas para os próximos anos de modo a deixar o parque cada vez mais atrativo e aconchegante para os frequentadores.

Devido sua extensão ser muito grande, afinal o parque corta a cidade na zona leste, passando por 15 bairros, seu acesso pode ser realizados por várias vias, cujos pontos principais estão localizados nas seguintes avenidas:

  • Av. Engenheiro Santana Júnior;

  • Av. Sebastião de Abreu;

  • Av. Alm. Henrique Saboia (Via Expressa);

  • Av. Padre Antônio Tomás;

  • Rua Major Virgílio Borba;

  • Rodovia BR-116;

  • Anel Viário.

Atualmente a procura das pessoas pelo Parque do Cocó tem-se mostrado bastante intensa nas manhãs de domingo, quando o fluxo de crianças brincando e gramados cheios de grupos de pessoas com cestas de piquenique e ciclistas tomam conta dos espaços.

Nesses dias, diversas atividades esportivas e culturais são oferecidas gratuitamente, como ioga, massoterapia, arborismo, tirolesa e slack-line.

Trilhas guiadas para os que gostam de um contato mais próxima à natureza, assim como passeios de barco com duração de 20 minutos para apreciar mais de perto a fauna e flora do Rio Cocó, também são oferecidos.

Parque do Cocó Passeio de Barco
Passeio de Barco

O horário de funcionamento das trilhas é de 5:30 da manhã às 17:45 da tarde, sem guias, mas se o visitante deseja fazer trilha com guias, o horário é das 8;00h às 17h de segunda a sexta e aos sábados e domingos das 8h às 12h. O Parque do Cocó funciona diariamente das 5h da manhã às 12 horas da noite.

Parque do Cocó - Trilha Ecológica
Trilha Ecológica

Sendo um dos maiores parques urbanos da América Latina, o Parque do Cocó representa uma forte atração da cidade para o turismo ecológico, além de promover a percepção e conhecimento de preservação ambiental para seus visitantes.

Anfiteatro do Cocó
Anfiteatro do Cocó a noite

No espaço chamado de Parque Adahil Barreto, encontra-se um anfiteatro, onde são oferecidas diversas atrações culturais, playground, pista de Cooper, quadra esportivas, pista para caminhada, etc.

Segurança

Posto Policial no Cocó
Posto Policial no Cocó

Com o intuito de manter a integridade e preservação do meio ambiente e também garantir segurança para os visitantes que a cada ano tem aumentado o fluxo, a Policia Militar do Ceará tem dentro do Parque do Cocó, uma companhia chamada Companhia de Polícia Militar Ambiental -CPMA, composta por 30 policiais que fazem todo o trabalho de manutenção ambiental e segurança dentro do parque.

Deixe um comentário