Maciço de Baturité: Cultura e Romantismo na Serra

Para quem quer fugir  da agitação das grandes cidades, ter um encontro com belezas naturais cercadas de flores,  curtir um lugar com temperaturas  amenas e desfrutar de agradáveis banhos em  lagoas e cachoeiras, saiba que este lugar existe: é o  Maciço de Baturité  e fica bem pertinho de Fortaleza,  a uma distância média de 130 km.

Na região do Maciço de Baturité você tem oportunidade de conhecer  lugares históricos, muito artesanato, cultura artística e  religiosa e ainda  se deliciar com uma gastronomia diversificada de dar água na boca, que vai da simples comida regional à culinária francesa.

lagoa-no-macico-de-baturite
Lagoa no Maciço de Baturité

As cidades que fazem parte do Maciço de Baturité são dotadas de bons hotéis e pousadas, além da  simpatia, gentileza e hospitalidade de um povo acolhedor, que recebe o visitante de braços abertos.

O Maciço de Baturité é composto por 13 municípios: Acarape, Aracoiaba, Aratuba, Barreira, Baturité, Capistrano, Guaramiranga, Itapiúna, Mulungu, Ocara, Pacoti, Palmácia e Redenção.

Neste primeiro momento, vamos falar de dois municípios:  Baturité, e Pacoti. Nos próximos artigos falaremos de outros municípios.

Baturité

Lugar de paisagem sempre verde e clima úmido com temperaturas variando entre 17º.C a 20/22º.C, tendo como cenário pequena faixa de Mata Atlântica que foi  transformada em  APA – Área de Proteção Ambiental, por esse motivo e por ficar  próxima a Fortaleza,  é bastante procurada pelos amantes da natureza e do ecoturismo, principalmente  nos finais de semana.

estrada-da-apa-baturite
Estrada para a APA de Baturité

Esta pequena cidade fica no sopé do maciço e já teve grande importância econômica na metade do século XIX, quando chegou a ser um dos maiores produtores de café de alta qualidade do Brasil, com uma produção equivalente a mais de 2% da produção nacional.  Hoje essa cultura de café encontra-se  quase abandonada. Outro fato importante é que a maioria das cidades do maciço, antes de emanciparem-se, eram distrito de Baturité.

Por conta da cultura do café, a cidade de Baturité foi uma das primeiras cidades do Ceará a ter uma ferrovia para transporte de café e algodão para o porto de Fortaleza. Essa ferrovia inaugurada em 1870,  funcionou até os anos de 1990, quando teve seus trens cargueiros transformados em trens de passeio turístico pela região e  depois foi desativada completamente.

locomotiva-maria-fumaca-em-baturite
Locomotiva Antiga – Baturité

Devido ao clima ameno predominante na região, esse lugar atraiu várias ordens religiosas jesuítas que ali construíram no século XVIII, um mosteiro  que atualmente serve de abrigo para visitantes e também é muito utilizado para congressos e eventos nos finais de semana.

Mosteiro dos Jesuítas

Mosteiro dos Jesuítas- Baturité
Mosteiro dos Jesuítas- Baturité

Este mosteiro fica numa posição privilegiada que dá acesso a uma visão panorâmica da região e de onde avistam-se  vários pontos turísticos de grande beleza, como o açude Vazantes, a Pedra Aguda, a Serra do Tamanco e o monumento dedicado a Nossa Senhora de Fátima.

O Cruzeiro

cruzeiro-baturite
Cruzeiro – Baturité

Este cruzeiro foi construído pelo padre Fred Sólon com ajuda de amigos e ex-alunos da Escola Apostólica. Tem mais de 20 metros de altura e pesa 5 toneladas. É um monumento que pode ser visto de vários locais, até mesmo durante a noite, pois é revestido por um verniz que reflete a luz. No alto do cruzeiro existe um mirante que permite uma visão espetacular da região.

Para quem gosta de contato direto com a natureza, existem muitas trilhas com cachoeiras, lagoas,  densa vegetação,  muitas flores e muitas outras atrações locais.

 Rapel na Cachoeira do Cipo em Baturite.
Rapel na Cachoeira do Cipo em Baturite.

A cidade respira história, com museu e muitos monumentos que retratam parte da história do Ceará. Sua importância cultural pode ser avaliada através do conjunto arquitetônico de seus edifícios históricos tanto na área urbana, quanto na área rural.

Estação Ferroviária/Museu

estacao-de-trem-em-baturite
Estação Ferroviária – Baturité

O antigo prédio da estação ferroviária, datado de 1870, foi transformado em museu com diversas peças do inicio da colonização do Ceará.  Ao lado do museu, o antigo armazém da estação tem exposição de artesanato da região com objetos feitos de palha de carnaúba, palha de bananeira, bordados, crochê, madeira  e argila (barro).

A rede hoteleira é bem diversificada e dispõe de bons hotéis e pousadas. Já a culinária regional é composta de galinha caipira, buchada de carneiro, sarapatel, panelada e outras. Existem restaurantes que oferecem outras opções culinárias além da comida regional, como a culinária francesa.

Pacoti

Vista Aérea de Pacoti
Vista Aérea de Pacoti

Tão logo o visitante chega na cidade, já fica encantado com a exuberância da vegetação e da variedade de  flores que predominam na região. Muitas lagoas, cachoeiras e o clima agradável, complementam  um lindo cenário de muita paz e tranquilidade.

Passeios de caiaque, pedalinho, passeio a cavalo, charrete, escaladas, pescaria, banho em cachoeiras e lagoas, são apenas algumas opções a disposição do visitante.

pedalinho-em-lagoa-pacoti-ce
Pedalinho em Lagoa – Pacoti

Pacoti possui muitos pontos turísticos para serem visitados como a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, construída em 1885, o  Arco Nossa Senhora de Fátima, o  Polo de Lazer de Pacoti e muitos outros.

Os hotéis e restaurantes  da cidade têm boa  estrutura para agradar aos mais variados gostos.

Onde ficar:

Hotel Fazenda Repouso das Águas;

Pousada Le Monte Cristo;

Hotel Parque das Cachoeiras;

Pousada Pé de Serra Baturité;

Hotel Colonial; Hotel Olho D’Água;

Mosteiro dos Jesuítas.

Como chegar:

Pegue as rodovias CE-060/CE-356/CE-065. A distância média de Fortaleza é de 130 km  em estrada asfaltada, porém sinuosa e estreita,  quase sem acostamento.

 

 

Deixe um comentário